sexta-feira, 24 de abril de 2009

Os saberes de Paulo Freire para a prática pedagógica

27 saberes de Paulo Freire ajudam mobilizadores a reconhecer seu papel
discussão de pontos facilitadores e dificultadores da mobilização, colocando em pauta o objetivo da rede (despertar o compromisso da sociedade com educação de qualidade) e o seu papel (promover o diálogo e potencializar as intencionalidades educativas de cada agente-chave).
Confira abaixo quais são os “27 “saberes” da Pedagogia do educador Paulo Freire:
1. Ensinar exige segurança, competência profissional e generosidade.
2. Ensinar exige comprometimento.
3. Ensinar exige compreender que a educação é uma forma de intervenção no mundo.
4. Ensinar exige liberdade e autoridade.
5. Ensinar exige tomada consciente de decisões.
6. Ensinar exige saber escutar.
7. Ensinar exige reconhecer que a educação é ideológica.
8. Ensinar exige disponibilidade para o diálogo.
9. Ensinar exige querer bem aos educandos.
10. Ensinar exige consciência do inacabamento
11. Ensinar exige o reconhecimento de ser condicionado
12. Ensinar exige respeito à autonomia do ser do educando
13. Ensinar exige bom senso
14. Ensinar exige humildade, tolerância e luta em defesa dos direitos dos educadores
15. Ensinar exige apreensão da realidade
16. Ensinar exige alegria e esperança
17. Ensinar exige a convicção de que a mudança é possível
18. Ensinar exige curiosidade.
19. Ensinar exige rigorosidade metódica.
20. Ensinar exige pesquisa.
21. Ensinar exige respeito aos saberes
22. Ensinar exige criatividade.
23. Ensinar exige ética e estética.
24. Ensinar exige a corporeificação da palavra pelo exemplo.
25. Ensinar exige risco, aceitação do novo e rejeição de qualquer forma de discriminação.
26. Ensinar exige reflexão crítica sobre a prática.
27. Ensinar exige o reconhecimento e a assunção da identidade cultura


Nenhum comentário:

Postar um comentário